Se governo fosse justo, Imposto de Renda só pra quem ganha R$ 3.556

No entanto, hoje se você ganha R$ 1.904 já paga

Veja só essa notícia. Se por algum milagre o governo federal atendesse aos inúmeros pedidos de entidades especializadas na área econômica e atualizasse a tabela progressiva do imposto de renda retido na fonte de acordo com a inflação, só teriam retenção os brasileiros que ganham acima de R$ 3.556 por mês. No entanto, como a Receita ignora a inflação oficial medida pelo IPCA (Índice de Preços Ampla ao Consumidor), quem ganha ganham acima de R$ 1.903 mensais já está sujeito à mordida do Leão.
Só para se ter uma ideia, desde 1996 quando o assunto começou a ser discutido, essa defasagem já chega a 88,5%
Devido à crise econômica e consequente queda na arrecadação, o governo simplesmente não reajustou a tabela em 2016 e 2017, e a inflação do período ultrapassou 9%. Em 2015, o IPCA foi de 10,6%, mas a tabela só teve 5,6% de atualização. De 2007 a 2014, houve correção anual de 4,5%, sendo que a inflação superou esse índice em quase todo os anos. Entre 1996 e 2001, não houve correção. Também não em 2003 e 2004.
Atualmente são cinco faixas de renda sobre as quais as alíquotas variam de zero a 27,5% - esta última aplicada a todos os contribuintes com rendimentos mensais superiores a R$ 4.664,69. Com uma correção de 35,10% (defasagem do IPCA até 2003), por exemplo, a alíquota mais alta seria aplicada apenas a quem possuísse renda mensal superior a R$ 6.302,15.
 
Postado: 19/04/2018

Deixe o seu comentário

0Comentários

Voltar