Fiscais desarticulam grupo de sonegadores

Fiscais da Secretaria da Fazenda, do Ministério Público e da Procuradoria Geral do Estado e agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e da PM cumpriram pelo menos 18 mandados de busca e apreensão em residências e empresas de pessoas físicas ligadas a esquema de fraude de R$ 45 milhões, além de mandados de prisão contra cinco dos envolvidos na sonegação. Ação aconteceu na quarta-feira, dia 28.
A operação batizada Olho de Hórus desarticulou um esquema de sonegação baseado na criação de empresas fantasmas e transferência de créditos espúrios de ICMS. O objetivo principal é responsabilizar os reais beneficiários da fraude contando inclusive com a prisão de cinco envolvidos e o cumprimento mandados de buscas e apreensão nos endereços dos envolvidos.
As ações ocorrem em São Paulo, Poá, Taboão da Serra, Cajamar, Cotia, Santo André e Pindamonhangaba.
Com a intensificação das atividades de monitoramento, o Fisco paulista identificou que uma organização criminosa abriu inúmeras empresas fantasmas e simuladas para acobertar operações e repassar créditos de mais de R$ 45 milhões a um real contribuinte final do setor de metal, que seria beneficiado com a sonegação e estaria, em tese, blindado do ônus tributário ao se valer da interposição de empresas simuladas e entendimentos jurídicos, como a compra por boa fé.
A polícia não divulgou o nome dos envolvidos. Postado: 29/11/2018

Deixe o seu comentário

0Comentários

Voltar