AÇÕES DA PETROBRÁS SOBEM APÓS DISPARADA DO PETRÓLEO

Os preços do petróleo dispararam no mercado internacional após ataques a instalações da companhia petrolífera Aramco, na Arábia Saudita, terem reduzido pela metade a produção local.

Isso teve impactos também na Bolsa brasileira, com reflexos positivos para a Petrobras, mas negativos para as companhias aéreas, que gastam muito com combustíveis.

As ações da Petrobras subiram 4,52%. As companhias aéreas tiveram as maiores baixas do dia no Ibovespa: a Azul fechou em queda de 8,45%, a R$ 47, e a Gol recuou 7,77%, a R$ 32,05. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, encerrou o dia com alta de 0,17%, a 103.680,41 pontos.

Os preços do petróleo dispararam quase 15%, com o Brent registrando seu maior ganho percentual diário em mais de 30 anos e volumes recordes de negócios.

Os contratos futuros do petróleo Brent, valor de referência internacional, fecharam a US$ 69,02 por barril, avançando US$ 8,80, ou 14,61%, em seu maior ganho percentual em um único dia desde pelo menos 1988. Postado: 17/09/2019 Imposto de renda, IR

Deixe o seu comentário

0Comentários

Voltar